Blumenau registra 700 agendamentos da vacina contra a Covid-19 em uma hora

Na tarde desta sexta-feira, dia 5, a Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria de Promoção da Saúde (Semus) ampliou a vacinação dos trabalhadores de saúde. O município disponibilizou 1.800 vagas para que o grupo agendasse a imunização contra a Covid-19 durante a sexta, sábado ou domingo, dias 5, 6 e 7. Em apenas uma hora 700 agendamentos foram feitos.

As vagas encerraram por volta das 21h desta sexta-feira e assim que um novo quantitativo de doses chegar ao município, será aberta nova agenda para os trabalhadores de saúde que não conseguiram garantir a vacina. Os profissionais de saúde precisam, na hora de receber a vacina, comprovar vínculo empregatício na rede pública ou privada, por meio de documento pessoal com foto, folha de pagamento ou carteira do conselho de classe.

Neste sábado e domingo, dias 6 e 7, o horário da vacinação será ampliado no Setor 1 do Parque Vila Germânica. As cinco equipes vão atender os agendamentos das 8h às 20h. Até esta sexta-feira, dia 5, Blumenau já imunizou 4.397 pessoas contra o Coronavírus.

O município segue as determinações da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19 do Ministério da Saúde (MS) e as deliberações da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), coordenada pelo secretário André Motta Ribeiro. Com a chegada de novas remessas de imunizante a prefeitura vai divulgando nos canais oficiais (site e redes sociais), os grupos prioritários que poderão ser imunizados, conforme o Plano Municipal de Imunização.

O agendamento da vacina contra o Coronavírus pode ser feito no site da Prefeitura de Blumenau, pelo aplicativo Pronto Mobile e também pelo Alô Saúde, no telefone 156 (opção 2). Após receber a primeira dose da vacina, ao final do atendimento, automaticamente o sistema agenda o retorno para a segunda imunização, dentro do prazo adequado de retorno.

Quem pode agendar a vacina
– Todos os trabalhadores de saúde, independente da idade.

Quem são os trabalhadores de saúde
De acordo com o Informe Técnico Estadual da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, trabalhadores de saúde são todos aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância em saúde, ou seja, em hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. Compreende os profissionais como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares, quanto os trabalhadores de apoio como recepcionistas, seguranças, trabalhadores da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros.

Inclui-se ainda aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como cuidadores de idosos, doulas/parteiras, bem como funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados. A vacina também será ofertada para acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde em estágio com vínculo em serviços de saúde também deverão apresentar uma declaração emitida pelo serviço de saúde comprovando vinculo ativo.


Assessor de Comunicação: João Vitor Korc