Blumenau reabriu agendamento da vacina contra Covid-19 para trabalhadores de saúde

A Prefeitura de Blumenau reabriu às 14h desta terça-feira, dia 30, o agendamento para que trabalhadores de saúde possam receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Serão disponibilizadas cerca de 2 mil doses com destinação exclusiva para este grupo. As vagas são para vacinação na quarta e quinta-feira, dias 31 e 1º de abril, no Setor 1 do Parque Vila Germânica. 

O agendamento deve ser feito no site da Prefeitura de Blumenau, pelo link bit.ly/VacinaBlumenau e também pelo Alô Saúde, no telefone 156 (opção 2). Somente serão vacinados aqueles usuários com agendamento.

Os trabalhadores de saúde precisam, na hora de receber a vacina, comprovar vínculo empregatício na rede pública ou privada, por meio de documento pessoal com foto, folha de pagamento ou carteira do conselho de classe. Após receber a primeira dose da vacina, ao final do atendimento, automaticamente o sistema agenda o retorno para ser feita a segunda dose, dentro do prazo adequado.

Nota Técnica define trabalhadores de saúde que podem ser vacinados
De acordo com a Nota Técnica nº 008/2021, enviada pelo Governo do Estado, com orientações do Ministério da Saúde, se enquadram nesta etapa da vacinação tanto profissionais quanto trabalhadores de saúde que atuam em estabelecimentos de serviços de saúde como hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, farmácias, drogarias, estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde; trabalhadores que atuam em cuidados domiciliares e trabalhadores de saúde que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados, além dos acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde.

Confira a lista completa de trabalhadores de saúde:

POPULAÇÃO ALVO DEFINIÇÃO (DA POPULAÇÃO ALVO)VALIDAÇÃO (PARA VACINAÇÃO)
1. Trabalhadores de saúde: que atuam em estabelecimentos de serviços de saúde como hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, farmácias, drogarias1.1. Profissionais de saúde como: médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares.

1.2. Trabalhadores de apoio como: recepcionistas, seguranças, trabalhadores da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias, gestores e outros.
Documento que comprove a vinculação ativa do trabalhador com o serviço de saúde
ou
Apresentação de declaração emitida pelo serviço de saúde.
2. Trabalhadores de saúde: que atuam em estabelecimentos de assistência e vigilância à saúdeAgentes comunitários de saúde, agentes de combate às endemias e profissionais da vigilância em saúdeDocumento que comprove a vinculação ativa do trabalhador com o serviço
3. Trabalhadores de saúde: que atuam em cuidados domiciliaresProfissionais de programas ou serviços de atendimento domiciliar, cuidadores de idosos e doulas/parteiras Documento que comprove a vinculação ativa do trabalhador com o serviço de saúde
ou
apresentação de declaração emitida pelo contratante do serviço.
4. Trabalhadores de saúde: que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminadosFuncionários do sistema funerário e Instituto Médico Legal (lML)Documento que comprove a vinculação ativa do trabalhador com o serviço
ou
apresentação de declaração emitida pelo serviço
5. Trabalhadores de saúde: acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúdeSomente acadêmicos que realizam estágio regular na área hospitalar, na atenção básica, em clínicas ou laboratórios, com frequência ativaApresentar uma declaração da chefia ou responsável pelo serviço de saúde ao qual o mesmo vem realizando suas atividades/estágio

Vale lembrar que os trabalhadores dos demais estabelecimentos de serviços de interesse à saúde (exemplos: academias de ginástica, clubes, salão de beleza, clínica de estética, óticas, estúdios de tatuagem e estabelecimentos de saúde animal) que não estão descritos na Nota Técnica nº 008/2021 serão contemplados em outras etapas da vacinação. A agenda de vacinas segue as determinações do Ministério da Saúde e as doses fazem parte dos lotes enviado pelo Governo do Estado. Desta forma, a liberação das agendas depende do recebimento de novas remessas do imunizante.

Declaração médica
Em todas as etapas da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19, conforme cronograma de vacinação, pacientes transplantados, com doenças reumáticas imunomediadas, gestantes, pacientes imunodeprimidos por doença oncológica ou HIV positivo, devem apresentar declaração médica autorizando a aplicação da vacina.


Assessor de Comunicação: João Vitor Korc